Atletas do Supino do Brasil
>>Translate Page<<
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 41 em Sab Jan 21, 2017 11:02 am
Servidor de Imagens
PARA ACESSAR CLIQUE NO ÍCONE ACIMA
Últimos assuntos
» Acompanhamento do meu treino em casa
Sex Out 13, 2017 6:55 am por Alisson

» Saudações Supino Brasil
Sab Set 30, 2017 6:27 pm por Alisson

» Parabéns ao fórum
Dom Set 24, 2017 5:46 am por pitersigma

» Campeonato sul americano de supino Buenos Aires, 7 /12/17
Dom Set 17, 2017 7:48 am por pitersigma

» 14 - Upper Body Weight Training
Ter Ago 22, 2017 5:55 am por pitersigma

» Duvida sobre exercicios- ectomorfo
Qua Ago 16, 2017 3:30 pm por Alisson

» Campeonato Brasileiro de Supino - ITU-SP (19 e 20 de agosto de 2017)
Seg Ago 14, 2017 3:41 pm por pitersigma

» 13 - Max Interval Sports Training
Sex Ago 04, 2017 9:30 am por Alisson

» 12 - Insane Abs
Sex Ago 04, 2017 9:29 am por Alisson

» 11 - Max Recovery
Sex Ago 04, 2017 9:28 am por Alisson

» 10 - Max Cardio Conditioning
Sex Ago 04, 2017 9:27 am por Alisson

» 09 - Max Interval Plyo
Sex Ago 04, 2017 9:26 am por Alisson

» 08 - Max Interval Circuit
Sex Ago 04, 2017 9:26 am por Alisson

» 07 - Core Cardio & Balance
Sex Ago 04, 2017 9:25 am por Alisson

» 04 - Cardio Recovery
Sab Jul 29, 2017 10:00 am por Alisson

» Tenha acesso a todo conteúdo do fórum!
Sex Jul 28, 2017 6:12 pm por pitersigma

» 1º Campeonado de Supino do GREI em Ibaté (01 de julho de 2017)
Sex Jul 28, 2017 6:02 pm por pitersigma

» 08 - Max Interval Circuit
Qua Jul 26, 2017 2:30 pm por Alisson

» 07 - Core Cardio & Balance
Qua Jul 26, 2017 2:27 pm por Alisson

» 06 - Cardio Abs
Qua Jul 26, 2017 2:25 pm por Alisson

» 05 - Pure Cardio
Qua Jul 19, 2017 12:43 pm por Alisson

» 03 - Cardio Power & Resistance
Ter Jul 11, 2017 5:22 pm por Alisson

» 02 - Plyometric Cardio Circuit
Ter Jul 11, 2017 5:15 pm por Alisson

» 01 - Fit Test
Qui Jul 06, 2017 3:50 pm por Alisson

» 00 - Dig Deeper
Qui Jul 06, 2017 3:25 pm por Alisson

» Treino Insanity
Qui Jul 06, 2017 3:12 pm por Alisson

» Tudo sobre exercício e sobre o coração
Qui Jun 29, 2017 9:09 pm por Alisson

» Informe aqui, tópicos com links inválidos
Dom Jun 25, 2017 10:02 am por Alisson

» Usem a busca do fórum
Dom Jun 25, 2017 9:42 am por Alisson

» Os segredos do Supino técnicas e treinos.
Sab Jun 17, 2017 6:48 pm por pitersigma

Parceiros
Image and video hosting by TinyPic
 Receitas Saudáveis


Sos eletrônica neves




Palavras chave


Alimentação e insuficiência renal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alimentação e insuficiência renal

Mensagem por Alisson em Sex Fev 08, 2013 9:40 pm

Alguns cuidados são indispensáveis para prevenir ou amenizar os sintomas da doença:

A insuficiência renal compromete a capacidade dos rins de, ao filtrarem o sangue, eliminar substâncias que em excesso fazem mal ao organismo. De acordo com a nutricionista Suzana Medina de Castro, de São Paulo, a mudança de hábitos alimentares, no entanto, é capaz de prevenir o problema e até mesmo amenizar os sintomas em fases mais agudas.

Segundo ela, uma das primeiras providências a serem tomadas por quem tem propensão a sofrer de insuficiência renal deve ser a moderação no consumo de alimentos ricos em sódio. “A alta quantidade de sódio agrava o risco da doença e não pode ser eliminada de modo adequado por um rim já comprometido”, diz ela, lembrando que o acúmulo de sódio no organismo provoca um imenso mal-estar.

Assim, sugere-se substituir totalmente os temperos prontos – que são grandes fontes de sódio – pelos de paladar mais natural. Ou seja, em vez do molho de tomate, por exemplo, o ideal é prepará-lo em casa, com o alimento in natura misturado a folhas como hortelã, orégano e manjericão, alho, cebola etc.. Outra recomendação é usar menos o saleiro e mais opções como o sumo do limão, vinagre e azeite no tempero das saladas.

Já se você não resiste a embutidos como salame, mortadela e salsicha, em receitas quentes ou fatiados no sanduíche, também há alternativa. Além de ir um pouco mais devagar com eles, é claro, já é possível escolher itens com teor de sódio diminuído – o que pode ser verificado no rótulo desses produtos.

O potássio na alimentação

Outra substância que deve ter seu consumo controlado por quem já sofre de insuficiência renal é o potássio. Embora seja um mineral muito benéfico na dieta de uma pessoa saudável, nos casos de problemas renais seu excesso também, como o de sódio, não é eliminado pelo organismo como deveria.

Entre as consequências disso estão a fraqueza muscular, a incidência maior de câimbras e até o aumento das chances de problemas cardíacos. Por isso, nessas situações, é extremamente recomendada a consulta a um especialista que dê orientações sobre as melhores quantidades de alimentos ricos em potássio na dieta.

As proteínas, por sua vez, podem entrar na dieta, mas é bom que haja moderação, principalmente porque em excesso elas deixam resíduos de outras substâncias no sangue, dificultando o trabalho dos rins. Assim, ovos, peixes frescos e soja são opções melhores do que a carne vermelha, que é mais rica em proteína.

Por causa do inchaço naturalmente provocado pela doença, deve-se ter inclusive uma preocupação com o consumo de líquidos em excesso. Com base em exames, o médico pode estabelecer a melhor quantidade de chás, sucos, água e café para cada caso em particular.



avatar
Alisson
mod
mod

Mensagens : 1571
Data de inscrição : 14/07/2012
Idade : 31
Localização : Aracaju - Sergipe

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação e insuficiência renal

Mensagem por RAPIDO em Sab Fev 09, 2013 5:19 pm

alisson.ar escreveu:Alguns cuidados são indispensáveis para prevenir ou amenizar os sintomas da doença:

A insuficiência renal compromete a capacidade dos rins de, ao filtrarem o sangue, eliminar substâncias que em excesso fazem mal ao organismo. De acordo com a nutricionista Suzana Medina de Castro, de São Paulo, a mudança de hábitos alimentares, no entanto, é capaz de prevenir o problema e até mesmo amenizar os sintomas em fases mais agudas.

Segundo ela, uma das primeiras providências a serem tomadas por quem tem propensão a sofrer de insuficiência renal deve ser a moderação no consumo de alimentos ricos em sódio. “A alta quantidade de sódio agrava o risco da doença e não pode ser eliminada de modo adequado por um rim já comprometido”, diz ela, lembrando que o acúmulo de sódio no organismo provoca um imenso mal-estar.

Assim, sugere-se substituir totalmente os temperos prontos – que são grandes fontes de sódio – pelos de paladar mais natural. Ou seja, em vez do molho de tomate, por exemplo, o ideal é prepará-lo em casa, com o alimento in natura misturado a folhas como hortelã, orégano e manjericão, alho, cebola etc.. Outra recomendação é usar menos o saleiro e mais opções como o sumo do limão, vinagre e azeite no tempero das saladas.

Já se você não resiste a embutidos como salame, mortadela e salsicha, em receitas quentes ou fatiados no sanduíche, também há alternativa. Além de ir um pouco mais devagar com eles, é claro, já é possível escolher itens com teor de sódio diminuído – o que pode ser verificado no rótulo desses produtos.

O potássio na alimentação

Outra substância que deve ter seu consumo controlado por quem já sofre de insuficiência renal é o potássio. Embora seja um mineral muito benéfico na dieta de uma pessoa saudável, nos casos de problemas renais seu excesso também, como o de sódio, não é eliminado pelo organismo como deveria.

Entre as consequências disso estão a fraqueza muscular, a incidência maior de câimbras e até o aumento das chances de problemas cardíacos. Por isso, nessas situações, é extremamente recomendada a consulta a um especialista que dê orientações sobre as melhores quantidades de alimentos ricos em potássio na dieta.

As proteínas, por sua vez, podem entrar na dieta, mas é bom que haja moderação, principalmente porque em excesso elas deixam resíduos de outras substâncias no sangue, dificultando o trabalho dos rins. Assim, ovos, peixes frescos e soja são opções melhores do que a carne vermelha, que é mais rica em proteína.

Por causa do inchaço naturalmente provocado pela doença, deve-se ter inclusive uma preocupação com o consumo de líquidos em excesso. Com base em exames, o médico pode estabelecer a melhor quantidade de chás, sucos, água e café para cada caso em particular.




Olá alisson.ar.
É muito bom avisar às pessoas que
é possível evitar ou amenizar seus efeitos.
Muitas pessoas desconheciam isto.
Excelente post; parabéns.
Um abraço.
avatar
RAPIDO
Membro Júnior
Membro Júnior

Mensagens : 51
Data de inscrição : 08/02/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum