Atletas do Supino do Brasil
>>Translate Page<<
Servidor de Imagens
PARA ACESSAR CLIQUE NO ÍCONE ACIMA
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 41 em Sab Jan 21, 2017 11:02 am
Últimos assuntos
» 1º Campeonado de Supino do GREI em Ibaté (01 de julho de 2017)
Seg Jun 19, 2017 7:30 pm por Alisson

» Os segredos do Supino técnicas e treinos.
Sab Jun 17, 2017 6:48 pm por pitersigma

» Reforma trabalhista
Dom Jun 11, 2017 7:28 pm por pitersigma

» Treinar pernas em casa
Dom Jun 11, 2017 7:26 pm por pitersigma

» Saudações Supino Brasil
Ter Jun 06, 2017 4:21 pm por Alisson

» Videos curiosos, inacreditavéis e engraçados
Qui Jun 01, 2017 7:29 am por pitersigma

» Consultoria online. Aguardem!
Sab Maio 27, 2017 2:20 pm por pitersigma

» Campeonato Paulista do Interior de Supino e Lev. Terra (24 e 25 de junho de 2017)
Sab Maio 20, 2017 9:49 am por Alisson

» Bom.dia panisa tudo bem, entre aqui e descreva aqui o que quer
Qua Maio 17, 2017 6:26 am por pitersigma

» Tudo sobre exercício e sobre o coração
Sab Maio 06, 2017 3:29 pm por pitersigma

» Resultado - ARNOLD CLASSIC SOUTH AMÉRICA - BRASIL 2017
Ter Maio 02, 2017 8:28 pm por Alisson

»  Ana Maria Gatin - classificada para o Campeonato Brasileiro de Supino
Sab Abr 22, 2017 5:00 pm por pitersigma

» Noticia - 19ª Copa Catanduva de Supino “João Crippa”
Sex Abr 21, 2017 12:58 pm por Alisson

» Paulo Batista vence Copa Estadual de Supino
Sex Abr 21, 2017 12:53 pm por Alisson

» Feliz aniversário japa
Sex Abr 21, 2017 9:05 am por Alisson

» 1° campeonato de supino no parque mall - Indaiatuba(9 de abril de 2017)
Sex Abr 07, 2017 9:29 am por Alisson

» Supinobrasil se torna penta campeão de supino
Sex Mar 17, 2017 7:11 am por Alisson

» Dicas de saúde, qual melhor posição para dormir.
Ter Mar 07, 2017 5:54 am por pitersigma

» 3ª Copa Paulista (Campo Limpo) - Supino Raw e Agachamento Livre (3 de março de 2017)
Seg Mar 06, 2017 4:19 pm por Alisson

» Pitersigma em busca de patrocinador
Sab Mar 04, 2017 7:54 pm por pitersigma

» Campeonato Paulista de supino (12 de março de 2017)
Ter Fev 28, 2017 5:14 am por pitersigma

» Catanduvenses 1º lugar na 15º edição Paulista do Interior Supino Raw, Supino e Lev. Terra
Sex Fev 17, 2017 6:30 pm por Alisson

» Botucatuense de 63 anos foi a grande campeã da categoria Master III
Sex Fev 17, 2017 6:16 pm por Alisson

» Arnold Classic South America - 21, 22 e 23 de abril de 2017
Dom Fev 12, 2017 7:55 am por pitersigma

» IRON MUSCLE SUPLEMENTOS - COBRE QUALQUER OFERTA
Dom Fev 12, 2017 7:39 am por pitersigma

» Para os administradores
Dom Fev 12, 2017 7:36 am por pitersigma

» testosterona e seus beneficios
Ter Fev 07, 2017 3:41 pm por Alisson

» Visitantes e membros deixem aqui sua sugestão!
Sab Fev 04, 2017 8:32 am por Alisson

» Dicas Para Iniciantes na musculação
Sab Fev 04, 2017 8:31 am por Alisson

» Suplementos alimentares (informações)
Sab Fev 04, 2017 6:50 am por Alisson

Parceiros
Image and video hosting by TinyPic
 Receitas Saudáveis


Sos eletrônica neves





Dicas ajudam a reduzir efeitos de agrotóxicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dicas ajudam a reduzir efeitos de agrotóxicos

Mensagem por Alisson em Sex Fev 08, 2013 9:54 pm


Exposta no supermercado, aquela maçã de dar água na boca pode esconder uma prática nada saborosa: o uso de agrotóxicos na agricultura. Os aditivos químicos aumentam a produtividade no campo, reduzem o ataque das pragas nas plantações, destacam o colorido de frutas, legumes e folhas, mas têm um problema indigesto: sem controle, seu uso faz mal à saúde.


Para reduzir os efeitos prejudiciais, uma das alternativas que você tem é frequentar feirinhas de produtos orgânicos, cultivados sem agrotóxicos. “Diversos estudos demonstram que a aplicação dos aditivos químicos pode ser dispensada. É possível controlar as pragas por meios naturais, com o uso de biofertilizantes”, diz a nutricionista Odeth Oliveira, de Brasília – os biofertilizantes são compostos que envolvem o aproveitamento de ingredientes como água, esterco, restos de frutas e de verduras.



Como o cultivo de alimentos orgânicos não faz uso de agrotóxicos, a produtividade é menor. E seu preço, consequentemente, mais elevado. Se eles não couberem no seu orçamento, uma dica é, pelo menos, alternar o consumo com os itens desenvolvidos no modo tradicional. Ou, ainda, dar preferência a produtos como farinha de trigo e café orgânicos.


Isso porque, em casa, é impossível reduzir a quantidade de agrotóxico presente nesses artigos. Já com relação a frutas e verduras, a tarefa é mais simples. No caso das hortaliças, como repolho ou um talo de alface, a nutricionista recomenda a remoção das folhas externas do alimento, que acumulam maior quantidade de substâncias químicas.


Ela sugere também dar preferência a espécies da época, cultivadas em regiões próximas. “Fora da estação, a chance de um produto ter recebido cargas superiores de agrotóxicos é maior”, avalia. Outra medida básica é na hora da lavagem dos alimentos. Conforme aconselha a especialista, esfregue bem a superfície com uma esponja, deixando-os de molho em um recipiente com um litro d’água e uma colher de sopa de água sanitária.


Retirar a casca de frutas e legumes também funciona, pois as toxinas acumulam-se ali. Mas não dá para fazer isso sempre, pois há perda de vitaminas. “Não se deve deixar de consumir os alimentos por causa dos agrotóxicos. Os nutrientes que eles carregam são fundamentais para a saúde”, defende Oliveira.


O cozimento é um processo que ajuda a aliviar os efeitos dos aditivos agrícolas. No entanto, assim como em todas as dicas para inibir os efeitos das substâncias químicas, boa parte do agrotóxico que se dilui é o que está na superfície da comida. O resíduo que já penetrou no alimento será, inevitavelmente, ingerido pelas pessoas.


Nível de agrotóxicos nos alimentos


No segundo semestre de 2010, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um monitoramento dos níveis de agrotóxicos nos alimentos. Das 20 culturas analisadas, em 15 havia a presença de substâncias que vem sendo reavaliadas pela Agência, em virtude de efeitos nada saudáveis.


Das amostras de pimentão coletadas pelo órgão, 80% tinham nível insatisfatório de agrotóxicos. Foram avaliadas, ainda, uva (56,4%), pepino (54,8%), morango (50,8%), couve (44,2%), abacaxi (44,1%), mamão (38,8%) e tomate (32,6%), entre outras. O menor índice ficou com a batata (1,2%).

avatar
Alisson
mod
mod

Mensagens : 1537
Data de inscrição : 14/07/2012
Idade : 30
Localização : Aracaju - Sergipe

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum